O que é Ozonioterapia Veterinária

A ozonioterapia utiliza o ozônio como agente terapêutico no tratamento de diversas patologias. Seu emprego melhora a circulação sanguínea, reduz o colesterol, ajuda na cicatrização de feridas, na oxidação de toxinas e no tratamento da dor crônica.

A aplicação do uso médico do ozônio está, entre as terapias bioxidativas, como a mais promissora pelo seu baixo custo de investimento e manutenção, facilidade de aplicação e resultados clínicos. Descoberto no séc. XIX, ele tem sua aplicação com eficácia clínica comprovada desde a 1ª. Guerra Mundial. Desenvolveu-se na Alemanha e países europeus sendo que seu grande avanço de utilização foi na Rússia e em Cuba…

Ozônio médico é sempre uma mistura de puro ozônio e oxigênio. De acordo com a aplicação, pode variar entre 1 e 100 mg/L (0,05-5%O3). O ozonioterapeuta determina a dose adequada de acordo com a indicação e as condições do paciente.

A ozonioterapia é reconhecida pelo Ministério da Saúde de países como Alemanha, Itália e de outros 16 países. Para se ter ideia, Cuba dispõe de 39 centros clínicos de ozonioterapia, enquanto na Rússia a prática é utilizada e está disponível em todos os hospitais públicos mantidos pelo governo.

No Brasil a prática não é recente. Iniciou-se em 1975 e passou a ter mais adeptos durante a década de 1980, quando começou a atrair o interesse de algumas universidades. Embora os benefícios sejam incontestáveis, o tratamento com a ozonioterapia ainda está disponível em poucos hospitais e clínicas brasileiras, principalmente em alguns centros na Região Sudeste.

Fundada em 2006, a Associação Brasileira de Ozonioterapia (Aboz) foi criada a partir da necessidade de legalizar a prática de forma consciente e ética. Outra meta é a informação e a capacitação, tendo como base as experiências realizadas no Brasil e no exterior.

Entrevista sobre Ozonioterapia Veterinária